PRO-file Xavier Abalde Real

Posted: Dezembro 7, 2011 in Uncategorized

Lacrosse? 7? Será que estamos a falar do Ronaldo ou do Figo do Lacrosse Português? Esta semana, damos a conhecer na coluna PRO-file, o Xavi.

Nome: Xavier Abalde Real
AKA: Xavi / Zay Zay (nos EUA)
Data de Nascimento: 03/04/1993
Nascido em Vila Franca de Xira
Reside em Ferreira do Zêzere
Altura: 1.83m
Peso: 70kg
Número na Camisola: 7
Posição em que joga: Médio/ Atacante
Canhoto / Destro / Ambi-destro: Ambi-destro
Weapon of Choice: Harrow Crossbow (o que tenho) ou STX Proton Power com STX Scandium Pro Grip
Movimento preferido no Lacrosse: Split Dodge
Inspiração: Ir ver os jogos dos Maryland Terps (especialmente contra GeorgeTown) com a equipa!, ver vídeos no youtube, mas mais que tudo querer ser o melhor da equipa
Algumas Perguntas

Estiveste nos Estados Unidos a estudar e conheceste o Lacrosse. Como é que isso aconteceu? – O desporto que sempre pratiquei desde pequeno foi o futebol, por isso quando fui para os EUA (deixando para trás uma época que estava a correr muito bem em Portugal) procurei jogar logo que comecei a estudar, mas a época de futebol decorria durante o Verão e Outono por isso já era tarde (comecei a ir ás aulas em Janeiro). Durante este período (finais de Janeiro, a finais de Fevereiro), entre a época desportiva de Inverno e a de Primavera, havia treinos de carga física com um professor de Saúde várias vezes por semana. E eu, com a ideia de começar desde logo a trabalhar na minha forma física para jogar futebol mais tarde, comecei a ir a esses treinos. No primeiro treino eu senti-me bastante em baixo de forma, mas havia um exercicío (andar á carangueijo) em que eu, modestia á parte, esmagava os outros atletas, e por sorte ou coincidência o treinador de Lacrosse da equipa principal da escola estava no pavilhão e tinha observado um bocado do treino. Eu reparei que ele estava a perguntar a um colega meu quem eu era e mais algumas informações (já que era novo na escola). Depois desse exercício ele disse que queria falar comigo no fim do treino. E no fim do treino, ainda a sentir-me um bocado mal disposto, fui falar com ele. Ele perguntou se era novo, de onde era, etc., e depois perguntou se eu conhecia o Lacrosse, eu disse que sim e que já tinha perguntado a uns amigos que jogavam na equipa como era o desporto, porque me sentia curioso e bastante atraído a experimentar (também porque me disseram que era bom para trabalhar a parte superior do corpo e melhorar a corrida para o futebol). Ele finalmente perguntou se queria jogar na equipa de Lacrosse da escola, dizendo que tinha observado o treino e que como eu era alto e parecia estar em boa forma poderia ser um bom jogador para a equipa. Eu, surpreendido e lisongeado, aceitei e foram-me entregues os papéis necessários para entrar ingressar na equipa. Este foi o meu primeiro contacto com o Lacrosse e o dia em que conheci um grande treinador que me ajudou muito na minha progressão no Lacrosse.

Foi paixão à primeira? – De certa forma sim. Primeiro ouvi falar e fiquei curioso, depois vi um jogo (Georgetown vs Maryland) e fiquei bastante atraido, quando comecei a praticar, foi a loucura.

Praticaste outros desportos reconhecidamente Norte Americanos? Baseball? Futebol Americano? Hockey? – Não, pensei em praticar Futebol Americano mas como era ao mesmo tempo que a época do futebol nem coloquei essa possibilidade.

Em Portugal, já demonstraste o teu amor ao Lacrosse em alguns posts no FaceBook, infelizmente ainda não conseguiste aparecer para treinar. Para quando a tua estreia no Lacrosse em Portugal? – Para o mais breve possível. Não entrei para a Escola Naval por isso agora estou a estudar na Universidade, em Tomar, mas já pensei em transferir-me para Lisboa para o ano ou para o outro para poder treinar convosco.

Tendo em conta que nunca estiveste connosco e o Lacrosse que conheces é o Americano, o que esperas encontrar em Portugal? – Não espero encontrar um Lacrosse primitivo para ser honesto, já reparei na página do Facebook que o pessoal conhece bem o Lacrosse e os seus conceitos e tácticas, também me pareceu ter-mos bons jogadores cá, por isso só espero talvez um Lacrosse menos violento, mas como os Portugueses são raçudos e uns gandas malucos não digo nada.

Queres deixar uma mensagem? – Força para todos os jogadores de Lacrosse em Portugal, temos que estender este grande desporto ao nosso território todo, e melhorar de modo a sermos os melhores da Europa e a ter uma grande equipa! Sem dúvida o Lacrosse se está a expandir pelo mundo e será um dos desportos mais conhecidos num futuro não muito distante, temos que aproveitar para representar bem Portugal lá fora, e espalhar magia… Lacrosse for life! 

Para a semana, mais um PRO-file, já sabes, sempre às quartas.
Advertisements
Comentários
  1. Rui Conde diz:

    Xavi,

    Se vieres para Lisboa, serás bem recebido no Lacrosse, mas, acho q podias iniciar uma equipa em Tomar. A APL ajuda no que precisares de certeza.

    • Xavi Real diz:

      Rui,
      obrigado por todo o apoio e disponibilidade, e por este post que me faz parecer um grande jogador de Lacrosse (que até nem sou lol), eu adorava fazer isso e ainda estou a pensar no assunto mas eu vivo em Ferreira do Zêzere, ao pé de Tomar, só lá vou para estudar e depois volto para casa, e esse é um pequeno problema para mim, porque eu sei que como há bastante mais gente em Tomar eu era capaz de arranjar jogadores (digo eu). Em Ferreira do Zêzere tenho colegas que se sentem curiosos e gostavam de experimentar mas são muito poucos e eu temo que pudessem desistir mais tarde pois nem todos devem gostar de Lacrosse tanto quanto nós ou ter uma vontade tão grande de evoluir. Para mim seria excelente, tenho um campo sintéctico mesmo ao lado da minha casa que podia ser bem aproveitado para treinar, o problema é o transporte e o número de pessoas (em relação ao campo, eu entraria em contacto com a câmara), mas eu ainda estou a tentar ver isso como uma possibilidade. Alguma sugestão?

      • A APL e Lisboa pode emprestar-te uns sticks e umas bolas sem problemas. Depois é uma questão de arranjares uns amigos, mostrar-lhes o desporto e comecar com treinos ligeiros de passes e assim. Quando vires que já tens um bom núcleo de pessoas com interesse na modalidade, e aí partes para verdadeiramente criar uma equipa: umas balizas, um equipamento melhorzito, um campo a sério, etc.
        Uma vantagem dessas cidades mais pequenas é que normalmente as Freguesias e as Câmaras têm muito mais disponibilidade para ajudar.

  2. lisboalax diz:

    Xavi,

    O Lacrosse precisa c urgencia de equipas e essas, vão nascer nas mãos de pessoas como tu, n há outra forma. A gde maioria das pessoas n sabe o q é o Lacrosse e como tal, vão ter q aprender. Pessoas como tu, depois da experiencia q tiveram é q podem passar a mensagem.

    Pelo q dizes, a criação de uma equipa de Lacrosse na tua zona, é mto mais fácil do q seria em Lisboa ou em outros gdes centros. Falas do maior problema de todos, q é o campo, c uma facilidade q nos dá inveja.
    Coisas como balizas, são super baratas e para um Municipio são mm valores ridiculos.
    A meu ver, numa 1ª fase precisas de uns qtos sticks de aprendizagem bolas e pouco mais.

    O Lacrosse em Portugal é mto pequeno e como tal, nos próximos tempos, penso q só se irá jogar 8*8 e n o 10*10 q conheces, portanto, mais fácil fazer uma equipa.
    Outro aspecto q convem explicar, jogamos pelas regras da FIL, o q quer dizer, q o equipamento obrigatório é apenas, Capacete, Luvas e Stick, o q mais uma vez torna tudo mais fácil e barato na medida q as restantes protecções são facultativas.

    Podia ficar aqui a dizer nomes de pessoas q te podem ajudar, mas, n justifica, seria uma lista mto longa, acho q posso garantir q todos te ajudarão no q seja necessário, o q mais queremos é ver o Lacrosse a ganhar raizes.

    Força Xavi, avança c isso.

    • Xavi Real diz:

      Hm… depois de ver os vossos comentários começo a ficar mais convencido de que uma equipa de Lacrosse pode ter boas hipóteses de surgir destes lados. O campo é uma questão de falar e se o equipamento necessário por obrigação é só esse melhor. Agora vou passar o Natal aos EUA, jogar um pouco com os meus amigos e talvez consiga mesmo arranjar o meu capacete, entretanto vou falar com o pessoal para ver quantos tenho pra jogar.

      Obrigado.

  3. XR7 tens de vir a Lisboa, o nosso goalie esta a precisar de sofrer uma batatas

  4. e ja agora, eu tambem estou de momento a tentar criar uma equipa fora de lisboa, temos de nos reproduzir tipo coelhos para tornar o lacrosse um desporto de amplitude nacional

  5. Xavi já ta tudo dito! Força avança com isso!
    Cria um nome para a equipa, uma pagina no facebook, um mail, fala com junta de freguesia/Camara Municipal, faz uns flyers e publicita em escolas, universidades que estejam perto dessa zona. Principalmente tenta cativar as pessoas com o jogo em si, e com o projecto de uma equipa nova, de uma modalidade nova, que está a crescer muito! Pensa nisso e força! Executa! Abraço!

  6. Rui Conde diz:

    Oi Xavi

    Pela quantidade de sugestões q podes ver nos posts anteriores, acho q está quase tudo dito.
    Para mim, o 1º passo é mesmo uns sticks e reunir uns amigos a fazer uns passes, depois, avançar para a compra de uma baliza e atenção q, só precisas de uma, vais precisar de uma segunda quando forem uns 15 nos treinos, até lá tens tempo.

    Foi assim c Lisboa.

    Estamos totalmente disponiveis para te ajudar.
    Força c isso!

  7. Xavi Real diz:

    Obrigado pessoal, estou já a tratar disso.

  8. lisboalax diz:

    Força.
    Vai dando noticias e qualquer coisa que precises, já sabes que podes contar com a ajuda de todos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s