PRO-file Paulo Machado

Posted: Novembro 9, 2011 in Lisboa Lacrosse

Hoje na nossa coluna semanal, vamos ficar a conhecer melhor o jovem Paulo Machado, conhecido como Paulinho entre os seus companheiros!

Nome: Paulo Machado
AKA: Paulinho
Data de Nascimento: 28/04/1993
Nascido em Lisboa
Reside em Póvoa
Altura: 1,80m
Peso: 64 Kg
Número na Camisola: 22
Posição em que joga: Midfield/Attack
Canhoto / Destro / Ambi-destro: Destro
Weapon of Choice: STX AV8
Movimento preferido no Lacrosse: Fake shot
Inspiração: Mike Powell
Algumas Perguntas

A primeira vez que treináste, percebi que ias agarrar o Lacrosse mesmo a sério. O que te fez ficar tão agarrado ao Lacrosse logo à primeira? – O que me fez agarrar o Lacrosse foi ver a combinação perfeita entre força, velcidade, criatividade, hablidade e inteligencia num só desporto. Todos estes elementos têm de estar ligados para que joguemos bom lacrosse.

Ao preencher a ficha de jogador, onde era pedido que escolhesses um número, escolheste o 22, que é o número com mais passado no Lacrosse, isso foi acidental ou já trazias a lição estudada de casa e querias mesmo impressionar? – Por acaso foi acidental. Escolhi o 22 porque sempre fui o numero 22 na escola. Mas talvez seja um sinal, ter escolhido um numero com tanto passado no Lacrosse.(risos)

A tua evolução tem sido notável, onde é que achas que ainda precisas de melhorar? – Preciso de melhorar

tudo. Não estou nem perto do nivel de lacrosse que desejo estar, nem sei se algum dia estarei. Como disse, no Lacrosse é preciso que um conjunto de elementos (força, velcidade, criatividade, hablidade e inteligencia) estejam ligados na perfeição e isso leva muito tempo a conseguir.

És dos primeiros a chegar e dos últimos a sair, és dos que vive mais longe, mas, não falhas um treino, não tens pontos fracos? Não há uma kryptonite qualquer que se possa usar contra ti? – Todos temos pontos fracos, ou pelo menos pontos menos fortes, mas para ser sincero não tenho nada que possa apontar como o meu “calcanhar de Aquiles” (se assim posso dizer). Talvez o meu ponto menos forte seja que os jogadores me dêem as costas, pois sou um jogador que usa muito o contacto fisico e o virar as costas complica-me o trabalho.

Tens muita vontade de jogar, como vês os jogos para o regional de Lisboa que se aproximam? – Vejo como a grande oportunidade de mostrar todo o meu trabalho, o meu empenho ao longo deste tempo. É também a oportunidade de aprender coisas novas e quem sabe, também ensinar.

Queres deixar uma mensagem? – O Lacrosse é mesmo poderoso! Ao inicio pode ser um pouco difícil de atinar com passar e receber bolas mas, com  treino, torna-se bastante fácil e até já se faz de olhos fechados.
Advertisements
Comentários
  1. Rui Conde diz:

    Só queria dizer q gosto mto de ver este menino a jogar.

    Imprevisivel, inteligente, muito fisico, dá tudo o que tem e nunca compromete.

    É um dos melhores de Lisboa e muito provavelmente aquele que num curto espaço de tempo vai ser o melhor.

    Se me permites e c vista a uma maior evolução da tua parte, uma sugestão, q tal comprares um Stick de 1ª para ti e ficares c o outro para o teu irmão q podia ser uma óptima companhia para o treino dos essenciais do Lacrosse como passe e recepção.
    Não te parece boa ideia???

  2. Acho uma bela ideia. tenho de começar a ver preços e tudo isso.

    • Rui Conde diz:

      Acho q o deves fazer, ganhas em ter um stick melhor e automaticamente passas a ter a companhia do teu irmão para passes e recepção.

      Tenho q te recomendar o q mais gosto e q melhor se enquadra ctgo enquanto jogador (dentro do q conheço), decididamente Brine Clutch. http://www.brine.com/menslax/products/heads/Clutch/

      Estou curioso para experimentar outro ligeiramente mais caro, o STX Proton Power, mas, como nunca o experimentei, n tenho opinião.

  3. Rui Conde diz:

    Paulo,
    O site da Warrior mudou, http://www.warrior.com/LACROSSE/lacrosse,default,sc.html

    Passou a ter uma facilidade mto boa, escolhes os artigos e podes clickar para comparar e consegues comparar até 3 artigos dentro da mesma familia, o q te permite colocar 3 Sticks e ver em q é q uns diferem dos outros, acho q isso te vai ajudar.

    Já agora, repara no q a Brine escreve no site sobre o Clutch

    You’re the guy who gets to the locker room before the rest of the team to write the words of wisdom on the chalkboard. The same guy who is early to practice and late to leave. The same guy whose teammates are eager to please and scared to let down. The same guy who opposing teams scout as “dangerous” and “game changer.” You’ll bleed to get the win, you’ll cry when you lose. Fans idolize you, the competition fears you, and your coach wishes he had 9 more of you on the field. Because when you’re down by 1 with under a minute left and all you can hear is 50,000 screaming fans, you don’t hide on the crease. You want the ball in your stick to make the play you’ve run over and over in your head. Your team naturally turns to you, your coach doesn’t even need to say what to do. You already know, because you are Clutch.

    2-year top seller
    Full Offset for maximum control and feel
    Narrow face increases hold and accuracy
    Multiple sidewall holes for creating your personal pocket

    És tu ou n?

    • Epa… É bom saber que é isso que pensam de mim. Obrigado por toda a ajuda que me tens dado na escolha do material mais adequado para mim. Já tenho alguns sticks em mente. Tenho de dicutir melhor contigo para ver o ideal para mim. Obrigado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s